terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Microsoft divulga novas dicas contra falha no Explorer

16/12/2008 - 09h58
Microsoft divulga novas dicas contra falha no Explorer

A Microsoft divulgou novas medidas de proteção aos usuários do navegador Internet Explorer para tentar contornar uma falha de segurança descoberta no sistema.

O defeito, divulgado pela empresa na semana passada, permite que hackers maliciosos explorem a vulnerabilidade do browser e ataquem os usuários, tomando o controle do computador e roubando senhas e informações pessoais.

Para ser infectado, basta que o usuário visualize um site com um problema de segurança. O "cracker" - como é chamado aquele que pratica a quebra em sistemas de segurança - exploraria o defeito e conseguiria roubar as informações do usuário.

"Sabemos que os ataques tentam se aproveitar dessa vulnerabilidade contra o Windows Internet Explorer", disse a empresa em um comunicado.

Proteção

A falha afeta os internautas que usam o navegador em vários dos sistemas operacionais oferecidos pela empresa como o Windows XP, Server e Vista.

Além do Explorer 7, a Microsoft também alerta que alguns dos pacotes das versões 5, 6 e 8 do navegador também são potencialmente vulneráveis à falha na segurança.

Desde a divulgação do defeito, a empresa já divulgou diversas recomendações aos usuários para tentar evitar os ataques. Além das mais simples, como aumentar o nível de segurança nas opções de Internet do computador, a Microsoft divulgou medidas específicas para lidar com o problema.

Na atualização feita nesta semana, a Microsoft recomenda que os internautas desabilitem um componente chamado OLEDB32.dll e a função conhecida como XML Island. Essas medidas dificultariam o acesso às informações do usuário e reduziriam o impacto do problema.

"Nossa investigação sobre esses ataques verificou que eles não são eficazes contra clientes que adotaram essas medidas de segurança", disse a empresa no comunicado.

A Microsoft afirma que pode divulgar uma correção para o defeito em um pacote de serviços ou na atualização mensal do software, prevista para 10 de janeiro.

http://tecnologia.uol.com.br/ultnot/bbc/2008/12/16/ult4449u98.jhtm

Pesquisa demonstra que blogs melhoram desempenho escolar

16/12/2008 - 12h47

Pesquisa demonstra que blogs melhoram desempenho escolar

Do Jornal da Unicamp
Os blogs já se transformaram em ferramenta de otimização do aproveitamento no aprendizado escolar. Na experiência da professora Cláudia Rodrigues, que dá aulas de Redação do ensino médio, a iniciativa mostrou-se mais do que positiva. "As discussões tiveram maior alcance do ponto de vista temático e passaram a ser estendidas para além da sala de aula. Despertou nos adolescentes o desejo de escrever mais", atesta Cláudia, que apresentou dissertação de mestrado no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) com os resultados da estratégia aplicada em quatro turmas de uma escola em Minas Gerais, em 2007.

Os blogs - espaço de interação na internet que são atualizados periodicamente e obedecem a uma ordem cronológica - consistem em um fenômeno recente, mas que conquistou as mais diferentes categorias de internautas pela própria dinâmica da página. No blog, explica Cláudia, os alunos são colocados em contato com diversas fontes e opiniões e, neste aspecto, pode-se exercitar o poder de argumentação. "Trata-se de uma ferramenta motivadora para a escrita, que pode ser usada pelo professor, e que se transforma em espaço de debate para o aluno", esclarece.

Segundo a professora, a escola ainda possui resistência em levar para sala de aula gêneros digitais que possam auxiliar o ensino. Na opinião da autora da pesquisa, muitos ainda vêem a internet apenas como um instrumento de entretenimento e não se dão conta de sua utilidade nos estudos e pesquisas. Ela alega ainda o domínio que os jovens possuem com as tecnologias da informação e que isso melhor poderia ser aproveitado no ambiente escolar.

Para Cláudia, um dos grandes entraves para a aceitação do blog como estratégia de ensino seria a linguagem própria que a internet produz. É como uma espécie de dialeto que os jovens utilizam para expressar suas opiniões. Mas "não se trata de substituir a forma de ensinar a norma culta. Ela tem seu espaço já reconhecido, assim como a linguagem informal. A minha proposta é utilizar um novo espaço para otimizar os debates ocorridos em sala de aula e despertar o interesse pela escrita", explica.

O estudo, orientado pela professora Denise Bértoli Braga, envolveu a produção de 20 blogs. Destes, foram selecionados quatro para a análise de dados da dissertação e justificar a importância do estudo. Cláudia conta que a idéia de inserir os blogs nas aulas de produção textual partiu de uma percepção, ao longo dos anos, de que havia uma carência nos debates realizados em sala e, ainda, em decorrência disso uma limitação nas discussões. A experiência, esclarece, demonstrou que a interação aumentou o interesse pela escrita, assim como os alunos passaram a buscar por orientações dos outros professores para embasar as suas opiniões promovendo, desta forma, a interdisciplinaridade.

As discussões envolveram também família e amigos dos alunos. Pelo fato do blog ser público, não há limitações de acesso. Em decorrência disto, o aluno se preocupa mais com suas produções porque seu texto não é mais direcionado apenas à avaliação do professor - neste ambiente, passa a ser coletivo. "Os alunos dominam os fóruns, chats e msn e sabem o que é e como trabalhar com estes meios. Eles invadiram a vida de todo mundo e não há como fugir desta realidade. A escola pode, portanto, utilizar destes canais como mais uma ferramenta", declara.

Raquel do Carmo Santos

http://educacao.uol.com.br/ultnot/2008/12/16/ult105u7401.jhtm

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

UFRRJ - Rural -Mestrado em Educação


Recentemente aprovado pela Capes o PPGEduc está realizando seleção para MESTRADO ACADEMICO EM EDUCAÇÃO, CONTEXTOS CONTEMPORÂNEOS E DEMANDAS POPULARES.
Desenvolvido em parceria entre o Instituto de Educação e o Instituto Multidisciplinar, o PPGEduc tem como objetivo formar pesquisadores de alto nível e comprometidos com demandas populares que emergem de diferentes contextos contemporâneos na Educação.

Coordenador: Prof. Marcelo Almeida Bairral
Coordenador Substituto: Prof. Ahyas Siss
Calendário do processo seletivo:

* Período de inscrição: 02 a 31/01/2009
* Seleção: 16/02/2009 a 16/03/2009
* Início das aulas: março de 2009

http://www.ufrrj.br/posgrad/ppgeduc/

Apresentação CE Albert Sabin - Noite












CURSO DE EXTENSÃO 2009 - CEDERJ


As inscrições terão início em 21/01 até 15/02

Áreas
Biologia
Educação em Ciências
Física
Geografia
Governança
Informática Educativa
Matemática
Química

http://www.cederj.edu.br/extensao/

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

Mais um site para apresentações em slides

Sliderocket (www.sliderocket.com): é ótima opção para apresentações em slides online – aberto ao público, para criar e publicar apresentações na internet.
Até pouco tempo atrás, ele era um sistema fechado que permitia o acesso apenas com um número limitado de convites. Porém o sistema se tornou público e qualquer pessoa agora pode se inscrever para fazer os devidos testes.
Estou usando o sistema para montar algumas apresentações e tenho um veredicto preliminar sobre a experiência; fantástico! As transições entre os slides e os efeitos que podem ser aplicados em textos e imagens, mostram que o PowerPoint ainda precisa melhorar muito para chegar ao nível dessas apresentações.
Vale a pena conferir ... é uma grande ferramenta para nós professores / palestrantes / designer instrucionais.

Luiza Fernandes
Comunidade Moodle Brasil

PARA OS PROFESSORES DO CURSO DE EDUCAÇÃO DIGITAL 2

Se não houver frutos
valeu a beleza das flores!!!!
Se não houver flores
valeu a sombra das folhas!!!!
Se não houver folhas
valeu a intenção da semente!!!!

Desejo a todos um bom trabalho, um bom final de ano! E finalmente nossas merecidas férias! Felicidade a todos!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Canal Futura oferece videoteca educativa gratuita

Canal Futura oferece videoteca educativa gratuita

O Canal Futura oferece uma solução para aqueles que gostam de programas educativos, porém não têm tempo de assisti-los na programação habitual. Pelo site de tecnologia do Canal Futura (www.futuratec.org.br) é possível fazer o download de todo o acervo de documentários e programas exibidos na TV, desde ciência, tecnologia e empreendedorismo até esportes, literatura e comportamento.


Para obter os vídeos, basta fazer um cadastro informando os dados da escola em que você trabalha. O sistema de downloads utiliza uma tecnologia de compartilhamento chamada torrent. O internauta pode encontrar no site todas as informações sobre como baixar, gravar e assistir aos programas posteriormente. Para aqueles que quiserem se manter atualizados, basta apenas adicionar a página como RSS, para o qual também há explicações no site.


Da redação

http://www.conexaoprofessor.rj.gov.br/educacao-noticias-int147.jsp

Professor de Nova Iguaçu é premiado no EducaRede

Professor de Nova Iguaçu é premiado no EducaRede

Por Karina Bottino

Professor do Instituto Rangel Pestana, Cleber Silva de Menezes ganhou o segundo lugar na categoria Uso da Internet – Ensino Médio do Concurso Internacional EducaRede – Internet e Inovação Pedagógica. Cleber é autor do Estudo Exploratório sobre o Uso de Ambientes Virtuais Colaborativos de Aprendizagem no Ensino Básico de Física. Organizado pela Fundação Telefônica, em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisa em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC), o prêmio teve 238 projetos inscritos.

Numa primeira etapa, o trabalho de Cleber ficou colocado entre 48 semifinalistas. Mês passado, a organização do concurso convidou 20 finalistas para o evento nacional de premiação. Na ocasião, Cleber recebeu o título de segundo colocado e um computador. Seu projeto pode ser acessado por mais de 145 mil internautas de todo o país cadastrados no Portal EducaRede (www.educarede.org.br).

Segundo o professor, o trabalho é parte de uma tese de mestrado em Educação na área da Física, concluída no Cefet, em 2006. Na sala de aula, Cleber incentivou os alunos a acessarem a plataforma Teleduc, da Unicamp, que conta com várias ferramentas virtuais, como fóruns de discussão, chats e blogs. O ambiente era usado para reforçar o conteúdo ministrado na escola e para a integração dos alunos. O professor também colocou o próprio telefone à disposição, com horário pré-estabelecido, para os estudantes tirarem dúvidas.

- O projeto foi um sucesso na escola. Para os alunos, o uso da tecnologia é o máximo. Eles a usam para jogar conversa fora, mas quando percebem que a ferramenta pode ser útil na construção do aprendizado, ficam maravilhados. Estou muito feliz com o resultado do trabalho e com o prêmio – comentou Cleber.

http://www.educacao.rj.gov.br/index5.aspx?tipo=categ&idcategoria=563&idItem=3319&idsecao=13